Seguidores

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Nackt Unter Woelfen - Nu Entre Os Lobos

Sinopse: No campo de concentração de Buchenwald, em março de 1945, o prisioneiro Hans Pippig descobre, na maleta de um prisioneiro, uma criança judia de três anos. Se relatarem o garoto, certamente ele irá morrer. Por outro lado, uma violação das regras do campo ameaçaria a revolta preparada pelos prisioneiros do campo de concentração contra a SS.
Filmado em Buchenwald, mas especialmente em Vojna, um campo de trabalho comunista perto de Praga, na República Checa, onde as partes do campo de concentração de Buchenwald foram reconstruídas fielmente e exclusivamente para o filme. 
Resto do Post

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

BBC - Napoleão

 O historiador Andrew Roberts viaja através da história e da geografia da Europa para trazer a história da vida de Napoleão reconstituindo os passos do lendário líder. Com acesso a um arquivo único de cartas pessoais de Napoleão, muitos dos quais nunca tinham sido publicados antes. O Documentário lança uma nova luz sobre Napoleão como um comandante militar extraordinariamente talentoso, um líder cuja vida privada era, ao contrário da crença popular, repleta de decepções e traições. Filmado em St Helena, França, República Checa e Rússia.

Episódio 01 - A Ascensão de Napoleão
De humilde oficial do Exército corso para primeiro cônsul da França, esse episódio mostra os gráficos da ascensão de Napoleão Bonaparte a líder da nação francesa no final dos anos 1790. Ele conta a história de triunfos militares de Napoleão na Itália, Egito e contra os antirrevolucionários nas ruas de Paris, seu casamento com Josephine Beauharnais e a liderança do golpe militar de 1799 que o levou ao poder.

Episódio 02 - A Ascensão de um Império Napoleônico
A transformação de um líder político dos franceses ao Imperador e estadista global, a partir de um filho da Revolução Francesa para o marido da filha do imperador romano, a mais poderosa, conservadora, nação monarquista na terra. Ele apresenta a batalha de Austerlitz, um dos maiores encontros militares do século 19, o surgimento de um Império Napoleônico - no seu auge contando com mais de 40 milhões de pessoas - a meritocracia suprema, o que foi o regime napoleônico.

Episódio 03 - A Queda de Napoleão
A queda de Napoleão, um momento de definição chave na história mundial, que o viu levado para a remota ilha de Santa Helena, no Oceano Atlântico em 1815 prisioneiro dos ingleses. Levou apenas um ano para as monarquias da Europa, os poderes anti napoleônicos do mundo, para destruí-lo. Desafiou o czar da Rússia -, mas o czar não cedeu as suas demandas. Ele então procurou vingança optando pela invasão da Rússia em 1812 - mas a campanha foi um desastre. Então procurou defender a França contra seus inimigos - mas teve graves problemas militares e, finalmente suicidas. Desde que a revolução tinha ocorrido na França, em 1789, as nações monarquistas do mundo estavam tentando destruir Napoleão. Na Batalha de Waterloo, em 1815, elas teriam sua oportunidade final.
Resto do Post

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Assim Se Moldam os Herois - Darby's Rangers

As vidas, amores e batalhas de alguns soldados na guerra mundial... o filme conta a historia de um grupo de soldados americanos, conhecido pelo titulo de Darby's Rangers que atuou na Segunda Guerra Mundial. Drama baseado em fatos reais, o primeiro estrelado por James Garner, e um dos últimos trabalhos de William A. Wellman. A historia fica centrada no heroísmo dos soldados durante suas missões e batalhas na Segunda Guerra Mundial.
Resto do Post

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A Medalha Esquecida

A Medalha Esquecida - O longa produzido e roteirizado por Ernesto Rodrigues é uma reconstituição histórica da vida do militar e atleta brasileiro, Adalberto Cardoso, que competiu na Olimpíada de Los Angeles, em 1932, depois de superar diversas dificuldades.
O Itaquicê foi um cargueiro que Getúlio Vargas disfarçou de navio de guerra para não pagar a taxa de travessia do Canal do Panamá e que teve a missão de levar a Delegação Olímpica Brasileira à Olimpíada de 1932, nos Estados Unidos. Transportava 55 mil sacas de café que não valiam quase nada depois da crise de 1929, dezenas de toneis de cachaça e uma orquestra de jazz que o transformaram em território livre da Lei Seca, enquanto esteve retido no Porto de Los Angeles, por falta de pagamento da taxa portuária.
A bordo, cariocas e paulistas que formavam um retrato do Brasil nos anos 30 e que souberam, em alto mar, que estavam em guerra uns contra os outros, com a eclosão da Revolução Constitucionalista. Também a bordo, uma tripulação da Marinha com a missão de levar o Brasil às Olimpíadas, 82 atletas sem chance alguma de medalha, alguns sem dinheiro até para desembarcar e disputar a competição, e muita festa.  
O herói era um dos atletas da delegação, o marinheiro Adalberto Cardoso, que passou a ser o "Iron Man" (Homem de Ferro) da Olimpíada de 1932 depois de pegar uma carona de 600 quilômetros, chegar em Los Angeles exausto e insone, dez minutos antes da largada da prova dos dez mil metros, largar com um uniforme emprestado e levar o estádio olímpico ao delírio e às lágrimas, em sua determinação de terminar a prova.
Resto do Post

sábado, 20 de agosto de 2016

De Volta ao Inferno - Going Back

Kathleen Martin (Carré Otis), uma jornalista de televisão, é designada para ir até o Vietnã cobrir a reunião da Companhia Eco enquanto eles revisitam os velhos campos de batalha. O documentário de Kathleen fica mais dramático quando é revelado que o capitão Ramsey foi acusado de ordenar erroneamente um bombardeio causando as mortes de seus próprios homens. O drama se desdobra mostrando a história dos homens que viveram aqueles momentos e que culminam no reencenamento daquele dia fatídico.
Resto do Post

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

13 Rua Madeleine

13 Rue Madeleine. Durante a 2ª Guerra Mundial, na Paris ocupada por tropas nazistas, esse é o endereço onde funciona um QG da Gestapo. Ali, nas dependências do escritório da contraespionagem alemã, são realizadas sessões de tortura dos agentes aliados capturados e dos civis aprisionados que atuam no movimento de resistência.
Cientes do importante papel da espionagem na guerra, os Aliados criam unidades especiais para atuarem atrás das linhas inimigas, na Europa. Os membros da missão  0-77 passam a ser treinados  por um agente especial, versado em cinco línguas, com experiência de lidar com os alemães na Primeira Grande Guerra.
O agente designado, Robert Emmet Sharkey, treina seus alunos com a máxima de que não se deve confiar em ninguém ao lado, nem mesmo fazer amizades pessoais. Munidos de identidades falsas, após o período de treinamento, os agentes aliados deverão saltar de para-quedas em áreas dominadas pelo inimigo.
Sharkey e seus agentes têm como chefe, Charles Gibson, cuja experiência em relações internacionais foi adquirida atuando na embaixada americana em Berlim. Como diretor da Inteligência Secreta, Gibson só deve satisfações aos chefes do estado-maior.
Ao descobrirem que um dos candidatos entre os agentes é um dos maiores espiões nazistas, Gibson e Sharkey decidem pela não prisão do mesmo e planejam fornecer diversos dados falsos sobre a invasão aliada na Europa, para, dessa maneira, conseguirem enganar o alto comando alemão. Porém tudo precisa ser feito com muito cuidado, pois qualquer erro pode ser fatal.
Com a missão em desenvolvimento e contando com a ajuda da Resistência Francesa, Sharkey conclui que terá de participar pessoalmente da arriscada missão.
Resto do Post

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Tannbach - Mini Série

A série mostra a vida de uma pequena cidade alemã logo após o fim da segunda guerra mundial, divida pelas zonas de ocupação americana e soviética, que dividirá a Alemanha em Ocidental e Oriental. Moradores da cidade, prisioneiros de guerra, desertores e nazistas oportunistas tentam sobreviver à nova realidade, principalmente à sede de vingança soviética. Inspirado pelos verdadeiros eventos que abrangem os anos de 1945 a 1961 "Tannbach" põe em jogo muitos que emergiram na guerra e futuramente se encontrando preso em uma novo e potencialmente conflito, a Guerra Fria.
Resto do Post

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Glória Sem Mácula - Tunes of Glory

Logo após a 2a Guerra Mundial, o Major Jock Sinclair, boêmio, bom de copo, e amigo de seus subordinados, vive seus últimos dias no comando de um regimento escocês. Em seu lugar, assumirá o Coronel Basil Barrow, oficial muito mais rígido e disciplinador. O conflito entre as duas personalidades mudará a vida de todos os envolvidos naquele batalhão.
Resto do Post

Until They Sail

Quatro irmãs da Nova Zelândia se apaixonam por quatro soldados americanos em rota para a área do Oceano Pacífico onde ocorrem batalhas da Segunda Guerra Mundial.
Resto do Post

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Ataque Nazista a América - Nazi Attack On America

No início de 1942, pouco depois dos Estados Unidos entrarem na Segunda Guerra Mundial, a Marinha alemã enviou submarinos de ataque para patrulhar a costa Atlântica da América.
Um número de ataques foram feitos por submarinos alemães contra comboios navais Aliados no oceano Atlântico, e às vezes muito perto da costa dos Estados Unidos.

Vários navios foram torpedeados dentro dos limites de cidades na costa Este, tais cidades como Nova Iorque e Boston; de tal modo que muitas vezes civis podiam ver as batalhas entre navios americanos e alemães a partir das praias.

O transporte no Golfo do México também era alvo de ataques. Num ataque o petroleiro Virginia foi torpedeado a 12 de Maio de 1942, no Rio Mississippi pelo U-Boat alemão U-507, matando 26 tripulantes. Houve 14 sobreviventes.

Outros afundamentos tiveram lugar no Rio St. Lawrence. Um ataque significante teve lugar no dia 2 de Novembro 1942. O U-518, sob o comando do Kapitänleutnant Wissman, atacou dois cargueiros de minério em Bell Island, Newfoundland. O ataque teve início às 3:30 da manhã e o S.S. Rosecastle e P.L.M 27 foram afundados com a perda de 69 vidas. Contudo, um dos mais dramáticos incidentes do ataque ocorreu após o afundamento dos navios, quando um submarino disparou um torpedo contra um cais. Bell Island tornou-se a única localização na América do Norte a ser sujeita a um ataque directo pelas forças alemãs na Segunda Guerra Mundial.
Resto do Post

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Nazi Megastructures III - Epis. 02

Na sua demanda pelo domínio do mundo, os Nazis construíram algumas das estruturas militares mais ambiciosas e ousadas, bem como tecnologia maléfica, da história. Criaram máquinas de terror de alta tecnologia, sistemas defensivos enormes e algumas das armas de destruição massiva originais com o objetivo de conquistarem um continente e vencerem a guerra. Esta é a história da Segunda Guerra Mundial contada através de uma nova perspectiva. Ao longo de seis episódios, desvendamos os segredos da engenharia de seis megaestruturas Nazis emblemáticas, dando também a conhecer as histórias dos designers e engenheiros que ajudaram a criá-las e revelando de que forma estas estruturas moldaram o destino do conflito mais mortífero da história.
Episódio 02 - Máquina de Guerra Relâmpago
Resto do Post

domingo, 7 de agosto de 2016

Nazi Megastructures III - Epis. 01

Na sua demanda pelo domínio do mundo, os Nazis construíram algumas das estruturas militares mais ambiciosas e ousadas, bem como tecnologia maléfica, da história. Criaram máquinas de terror de alta tecnologia, sistemas defensivos enormes e algumas das armas de destruição massiva originais com o objetivo de conquistarem um continente e vencerem a guerra. Esta é a história da Segunda Guerra Mundial contada através de uma nova perspectiva. Ao longo de seis episódios, desvendamos os segredos da engenharia de seis megaestruturas Nazis emblemáticas, dando também a conhecer as histórias dos designers e engenheiros que ajudaram a criá-las e revelando de que forma estas estruturas moldaram o destino do conflito mais mortífero da história.
Episódio 01 - A Mega Fortaleza Insular de Hitler
Resto do Post

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

O Massacre em Guernica - Gernika

Em 26 de Abril 1937, a pequena cidade basca de Guernica foi bombardeada sem aviso pela Luftwaffe (aviação alemã de Hitler). Duas mil pessoas, todas civis, foram mortas. Como milhões em todo o mundo, Pablo Picasso ficou chocado e traduziu sua emoção em uma imagem magnífica, mas aterrorizante que carrega o nome da cidade martirizada. Este filme não só comenta sobre a pintura, mas também dá-lhe uma nova vida através das câmeras e dos efeitos sonoros.
Os destinos de Henry - um correspondente americano cínico que perdeu sua alma - e Teresa, que trabalha para a República e é encarregada de supervisionar as notícias que os jornalistas podem ou não enviar ao exterior, se cruzam em uma história de amor ambientada no bombardeio de Gernika, um dos eventos mais dramáticos da Guerra Civil Espanhola.
Resto do Post

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O Casamento de Maria Braun - The Marriage of Maria Braun

Em meio a Segunda Guerra Mundial, Maria (Hanna Schygulla) se casa com Hermann Braun (Klaus Löwitsch), um soldado alemão. Ele desaparece em combate, mas Maria se recusa a acreditar em sua morte. Trabalhando num cabaré, ela se envolve com um soldado norte-americano, até que o marido reaparece e o amante é acidentalmente assassinado. Hermann assume a culpa e vai para a cadeia, enquanto Maria vai trabalhar com Karl Oswald (Ivan Desny) e logo se torna uma poderosa mulher de negócios.
Resto do Post

Aimée & Jaguar

Em plena Segunda Guerra Mundial, a judia Felice Schragenheim resolve por permanecer em Berlim, mesmo havendo o perigo constante de ser capturada a qualquer momento pelos soldados nazistas. Tudo por causa de seu grande amor: Lilly Wust, a pacata esposa de um soldado alemão e mãe de três filhos.
Na Berlim sitiada pela Guerra Mundial, surge a inesperada história de amor entre Lilly Wust, a esposa de um militar nazista e Felice Schragenheim, uma judia integrante da resistência alemã. Lilly é a ariana perfeita, que se dedica a um lar decorado com bustos de Hitler e cuida dos quatro filhos enquanto o marido luta no front. A despeito dos amantes ocasionais e das bombas que arruínam a cidade, Lilly cai de amores pela auto-confiante Felice Schragenheim, que lhe envia cartas apaixonadas sob o codinome de ‘Jaguar’. Felice, ousada a ponto de trabalhar sob disfarce em um jornal anti-semita, revela a Lilly sua condição e as duas fazem um pacto de amor e fidelidade, tentando bloquear a realidade da guerra e do cerco que se fecha a seu redor. Para permanecerem juntas, Lilly divorcia-se do marido e Felice abre mão de fugir da Alemanha. ‘Aimée’, como Lilly é tratada por sua amante, e ‘Jaguar’ mergulham na plenitude da paixão, mas a Gestapo parte em seu encalço. O filme é baseado na história verídica relatada por Lilly Wust, aos 80 anos, à escritora Erica Fischer, que a transformou em best-seller no ano de 1994. 
Resto do Post

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Sobrevivi ao Holocausto

O polonês Julio Gartner é testemunha ocular do holocausto, sobrevivente raro de um dos maiores crimes já cometidos pela e contra a humanidade: o assassinato de milhões de judeus de forma industrial pela Alemanha nazista de Adolf Hitler. Depois de buscar abrigo em terras brasileiras, nunca mais retornou ao Campo de Concentração de Ebensee, na Áustria, um dos muitos lugares onde algumas das páginas mais tristes do século passado foram escritas. A jovem Marina Kagan, de 27 anos, conhece o fato apenas através dos livros de história. O documentário de Marcio Pitliuk e Caio Cobra promove a reunião desses dois personagens, e o sobrevivente mostra pessoalmente sua visão sobre o ocorrido.

A equipe de filmagem registrou os locais onde tudo aconteceu. Foram mais de 40 dias viajando por 15 cidades de Polônia, Áustria, Itália, França e Brasil, promovendo um encontro entre passado e presente. Marina possui a idade de Julio quando este foi libertado do campo de trabalhos forçados, e caminha pelos lugares com o mesmo olhar jovial do sobrevivente à época, trazendo nos olhos, no entanto, a perplexidade da diferença entre ler sobre o assunto e presenciar o espaço em que a tragédia ocorreu. O relato de Julio sobre a barbárie cometida pelo exército alemão é tocante e inspirador, e o protagonista exerce papel quase heroico para sua companheira de viagem, surpresa com sua força para superar as adversidades e começar uma nova vida no Brasil.

O drama da vida de Julio é um possível resumo da tragédia de praticamente todas as famílias judaicas da Europa no período da 2ª Guerra Mundial. Com a invasão das tropas nazistas, ele foi obrigado a morar no gueto de Cracóvia, e depois foi realocado para o campo de concentração. Ao fim do conflito, o polonês mudou-se para a Itália, morando em Roma e Santa Maria al Bagno, antes de finalmente embarcar rumo ao Brasil. Sua emoção ao retornar a uma área que lhe remete a tantas tragédias é contida, e ele repete, como um mantra, ser sempre necessário olhar para frente. Sua companheira de viagem, ao contrário, não esconde indignação com a história, explicitando toda sua emoção ao passar pela zona, e fica espantada ao indagar como é possível olhar para frente sem preservar o passado.
Resto do Post

THC - Nossa Guerra Mundial

A série imerge os telespectadores nas experiências vividas pelas tropas britânicas servindo na linha de frente durante a 1a Guerra Mundial. Em agosto de 1914, logo após a guerra ser declarada, 80.000 tropas britânicas chegaram ao sul da Bélgica, entre elas os Royal Fusiliers, alguns dos atiradores melhores treinados no exército britânico.
Nossa Guerra Mundial” é a mais nova produção do canal, que constará em três episódios, denominados como: “O primeiro dia”, “Amigos e “Máquina de guerra.” Todos serão exibidos em sequência.
Diferentemente de várias produções cinematográficas e televisivas, a série abordará a guerra do ponto de vista dos soldados, em um estilo de filmagem semelhante aos documentários.
Em Nossa Guerra Mundial, nova série do History, o telespectador revive batalhas da Primeira Guerra Mundial pela visão dos soldados. Em três episódios, Nossa Guerra Mundial revela as experiências e relacionamentos de soldados que estiveram na linha de frente
Reviva histórias marcantes (e chocantes) sob os olhos de quem esteve na linha de frente da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). A série é apresentada de forma dinâmica, autêntica e emocionante, com o objetivo de captar e retratar a realidade dos combates a bravura dos jovens que lutaram há 100 anos.
Resto do Post

sexta-feira, 29 de julho de 2016

V3 - Construindo A Super Arma de Hitler

Este é um documentário que examina a tentativa dos nazistas de criar uma arma que podia alcançar Londres partindo das praias da França, A arma V3.
Como os chamados mísseis cruzeiros V1 e V2 o foguete que o procedeu, o Vergeltungswaffe 3 Cannon (ou Canhão da Inglaterra), foi outro chamado de "arma nazista de vingança". Foi uma arma super-maciça construída diretamente em uma colina e era capaz de disparar granadas de artilharia sobre o Canal Inglês da França para Londres. O V3 era operado de acordo com um principio de multi-carga em que propulsores secundários era disparados para acelerar progressivamente o projétil enquanto este se movia ao longo do cano do canhão. Durante os ensaios de tiro realizados em maio de 1944, o V3 alcançou uma distância de de até 55 milhas (88 km), e os testes de em julho de 1944 viu as conchas de artilharia alcançar uma distância de 58 milhas (93 km).
Dos dois V3s construídos, apenas a arma secundária viu a ação. De 11 de Janeiro a 22 de fevereiro de 1945, cerca de 183 seções de tiro foram disparados. O alvo foi a cidade, recentemente liberada, de Luxemburgo. Mas ele provou ser, em grande parte ineficaz, já que dos 142 disparos que atingiram a cidade, o V3 tirou a vida de "apenas" 10 pessoas, ferindo outras 35. Vale lembrar que bombardeios alemães de qualquer natureza não visavam apenas a destruição, mas sobretudo tirar vidas humanas. Neste aspecto se percebe que apesar de produzir uma grande destruição o V3 não era tão letal quanto a vidas, daí sua ineficácia.
Resto do Post

Annihilation - A Destruição dos Judeus da Europa Epis.08

Alemanha, 1933. Adolf Hitler, à frente do Partido Nazista, acaba de se tornar chanceler e se depara conduzindo uma república no auge de uma crise econômica e de uma inflação galopante. Ele usou o culto à personalidade nutrido por seu líder de propaganda Joseph Goebbels, que espalhou a ideologia xenófoba e antissemita dos nazistas, que Hitler divulgava desde a Primeira Guerra Mundial e reforçou em Mein Kampf: os judeus, ele alegava, eram parte de uma conspiração internacional contra a Alemanha. Ele usaria o poder do estado alemão, que havia se tornado o Terceiro Reich em 1934, para progressivamente excluir os 600.000 cidadãos alemães de origem judaica da sociedade, primeiro forçando-os a imigrar e em seguida aniquilando-os. A partir de 1933, os judeus foram proibidos de ter empregos que envolvessem contato com o público, o que incluía atores, jornalistas, músicos, e, mais tarde, professores universitários. Goebbels separou livros de autores que os nazistas consideravam degenerados e os queimou em praças públicas em maio de 1933. Como empresas e lojas judaicas ainda estavam dentro da lei, em abril de 1933 Goebbels pediu um boicote. Foi um fracasso. Mas depois de dois anos de propaganda, a ideia começou a entrar na mente da população, que passou a pensar que os judeus eram um grupo separado na sociedade alemã e que a segregação imposta a eles era justificada: eles não tinham mais lugar na Alemanha. A violência física contra os judeus começou a se tornar uma prática comum no verão de 1935, e mesmo o grande número de extrações deixava a sociedade indiferente. Enquanto isso, no ministério do interior, advogados nazistas definiam o que significava ser judeu, identificando, assim, quem deveria ser excluído. As leis de Nuremberg de setembro de 1935 retiraram a nacionalidade alemã dos judeus do país. Dali em diante, os serviços secretos, a polícia do país e a polícia do partido político, todos sob ordens de Himmler, tornaram-se a ponta da lança da política antissemita do Terceiro Reich.
Episódio 08 - Não Esqueçamos
Os sobreviventes dos campos de concentração que chegaram a Israel foram cercados por silêncio, vivendo em uma sociedade que não os reconhecia. Os autores David Grossman e Aaron Appelfeld, o jornalista Tom Seguev, e os historiadores Yitzhak Arad e David Silberklang mergulharam em suas memórias para fornecer depoimentos sobre a chegada dos sobreviventes, e sua dificuldade de integração na sociedade israelense até o julgamento de Adolf Eichmann em 1961. O antigo especialista em imigração de judeus do regime nazista e coordenador de seu extermínio foi encontrado na Argentina, para onde ele fugiu depois da guerra, e onde ele estava vivendo confortavelmente em uma comunidade de expatriados alemães em Buenos Aires. Ele foi capturado por Mossad, que o levou consigo até Israel para ser julgado. Sua aparição no tribunal em Jerusalém foi um choque: careca, mal vestido, ele parecia um burocrata idoso e inofensivo. Foi esta imagem que ficou na mente da filósofa Hannah Arendt, que cobriu o julgamento para a revista New Yorker, o que resultou em sua descrição da “banalização do mal”. Ela acompanhou uma semana de audiências, de um julgamento que durou um ano inteiro, e não viu a real personalidade de Eichmann como nazista comprometido, autoritário e violento. Diante da gaiola de vidro, os deportados eram chamados para o local da vítima para fazer seus longos testemunhos. Pela primeira vez, eles podiam dizer o que aconteceu a eles. Pela primeira vez, eles foram ouvidos. 
Resto do Post

terça-feira, 26 de julho de 2016

Annihilation - A Destruição dos Judeus da Europa Epis.07

Alemanha, 1933. Adolf Hitler, à frente do Partido Nazista, acaba de se tornar chanceler e se depara conduzindo uma república no auge de uma crise econômica e de uma inflação galopante. Ele usou o culto à personalidade nutrido por seu líder de propaganda Joseph Goebbels, que espalhou a ideologia xenófoba e antissemita dos nazistas, que Hitler divulgava desde a Primeira Guerra Mundial e reforçou em Mein Kampf: os judeus, ele alegava, eram parte de uma conspiração internacional contra a Alemanha. Ele usaria o poder do estado alemão, que havia se tornado o Terceiro Reich em 1934, para progressivamente excluir os 600.000 cidadãos alemães de origem judaica da sociedade, primeiro forçando-os a imigrar e em seguida aniquilando-os. A partir de 1933, os judeus foram proibidos de ter empregos que envolvessem contato com o público, o que incluía atores, jornalistas, músicos, e, mais tarde, professores universitários. Goebbels separou livros de autores que os nazistas consideravam degenerados e os queimou em praças públicas em maio de 1933. Como empresas e lojas judaicas ainda estavam dentro da lei, em abril de 1933 Goebbels pediu um boicote. Foi um fracasso. Mas depois de dois anos de propaganda, a ideia começou a entrar na mente da população, que passou a pensar que os judeus eram um grupo separado na sociedade alemã e que a segregação imposta a eles era justificada: eles não tinham mais lugar na Alemanha. A violência física contra os judeus começou a se tornar uma prática comum no verão de 1935, e mesmo o grande número de extrações deixava a sociedade indiferente. Enquanto isso, no ministério do interior, advogados nazistas definiam o que significava ser judeu, identificando, assim, quem deveria ser excluído. As leis de Nuremberg de setembro de 1935 retiraram a nacionalidade alemã dos judeus do país. Dali em diante, os serviços secretos, a polícia do país e a polícia do partido político, todos sob ordens de Himmler, tornaram-se a ponta da lança da política antissemita do Terceiro Reich.
Episódio 07 - Autópsia de um Assassino em Massa
Em 20 de novembro de 1945, o julgamento do alto escalão do Terceiro Reich - incluindo Göring - foi iniciado em Nuremberg, a cidade onde as leis antissemitas foram criadas em 1935. Um ano mais tarde, o tribunal militar internacional sentenciou 12 dos acusados à morte, e mais sete pessoas à penas de prisão. Ao longo das audiências, poucas foram as menções ao Holocausto. Muitos judeus foram chamados como testemunhas, e apenas Hans Frank, Governador Geral da Polônia, reconheceu a perseguição que os judeus sofreram. Mas para a França, a Grã-Bretanha e a Alemanha pós-guerra, não havia desejo de realizar outro julgamento. Foram as autoridades americanas que levariam a justiça até estas pessoas de idade, doutores e diplomatas que estavam envolvidos no Holocausto. Um jovem advogado de 27 anos, Ben Ferencz, foi confiado a encontrar documentos que poderiam reforçar as acusações em 27 julgamentos, apesar do fato dos nazistas terem destruído quase todos seus arquivos ao final da guerra. Ele foi capaz de encontrar centenas de documentos guardados em um chalé na floresta de Dahlem, quatro cadernos contendo relatórios do fronte leste. Estes documentos continham informações detalhadas dos assassinatos em massa e dos massacres perpetuados contra os judeus ucranianos nos Países Bálticos entre 1941 e 1944 pelos grupos do Einsatzgruppen. Ferencz conseguiu convencer seus superiores a fazer um julgamento, do qual ele era o promotor. Ele condenou 24 oficiais com crimes de guerra e crimes contra a humanidade, completamente ciente de que isto não era nada em comparação com a escala dos assassinatos em massa. Nenhum dos acusados assumiu culpa, ou demonstrou qualquer tipo de remorso, todos se escondendo na defesa de terem apenas obedecido ordens. 
Resto do Post

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Von Richthofen and Brown - Von Richthofen X Roy Brown

Primeira Guerra Mundial: um esquadrão aliado e um esquadrão alemão se enfrentam diariamente nos céus da França. Manfred von Richthofen, o Barão Vermelho, leva vantagem, e, embora uma de suas decisões custe a vida de seu antecessor, ele espera que os seus homens honrem os códigos de conduta. O esquadrão aliado tem divisões de classe semelhantes: seu coronel, um aristocrata, lamenta que os homens que ele considera camponeses agora são pilotos, incluindo uma cínico e cruel canadense Roy Brown, ás do time. Como as táticas de ambos os lados quebrando as regras e se tornando cada vez mais destrutivas, o Barão Vermelho deve decidir se ele é um simples piloto ou faz parte da classe dominante. Ele e Brown tem duas batalhas aéreas, triviais, mas um final trágico está por dar fim a este duelo.
Resto do Post

sábado, 23 de julho de 2016

Na Neblina - V Tumane

Em 1942, a região da Bielorrússia está ocupada pelos tropas alemãs nazistas. Quando um trem repleto de alemães sai dos trilhos, gerando diversas mortes, quatro trabalhadores ferroviários são acusados de sabotagem. Três deles são enforcados, exceto um, liberado pelos líderes nazistas. Sem saber o porquê de sua liberação, este homem passa a viver um calvário, sendo rejeitado pelos amigos e familiares, que o consideram um colaborador do regime inimigo.  
Resto do Post

A Chave de Sarah - Elle S'appelait Sarah

1942, durante a ocupação alemã na França, na 2ª Guerra Mundial. Sarah Starzynski (Mélusine Mayance) é uma jovem judia que vive em Paris com os pais (Natasha Mashkevich e Arben Bajraktaraj) e o irmão caçula Michel (Paul Mercier). Eles são expulsos do apartamento em que vivem por soldados nazistas, que os levam até um campo de concentração. Na intenção de salvar Michel, Sarah o tranca dentro de um armário escondido na parede de seu quarto e pede que ele não saia de lá até que ela retorne. A situação faz com que Sarah tente a todo custo retornar para casa, no intuito de salvá-lo. Décadas depois, a jornalista Julia Jarmond (Kristin Scott Thomas) é encarregada de preparar uma reportagem sobre o período em que Paris esteve dominada pelos nazistas. Ao investigar sobre o assunto, encontra um elo entre sua família e a história de Sarah.
Resto do Post

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Annihilation - A Destruição dos Judeus da Europa Epis.06

Alemanha, 1933. Adolf Hitler, à frente do Partido Nazista, acaba de se tornar chanceler e se depara conduzindo uma república no auge de uma crise econômica e de uma inflação galopante. Ele usou o culto à personalidade nutrido por seu líder de propaganda Joseph Goebbels, que espalhou a ideologia xenófoba e antissemita dos nazistas, que Hitler divulgava desde a Primeira Guerra Mundial e reforçou em Mein Kampf: os judeus, ele alegava, eram parte de uma conspiração internacional contra a Alemanha. Ele usaria o poder do estado alemão, que havia se tornado o Terceiro Reich em 1934, para progressivamente excluir os 600.000 cidadãos alemães de origem judaica da sociedade, primeiro forçando-os a imigrar e em seguida aniquilando-os. A partir de 1933, os judeus foram proibidos de ter empregos que envolvessem contato com o público, o que incluía atores, jornalistas, músicos, e, mais tarde, professores universitários. Goebbels separou livros de autores que os nazistas consideravam degenerados e os queimou em praças públicas em maio de 1933. Como empresas e lojas judaicas ainda estavam dentro da lei, em abril de 1933 Goebbels pediu um boicote. Foi um fracasso. Mas depois de dois anos de propaganda, a ideia começou a entrar na mente da população, que passou a pensar que os judeus eram um grupo separado na sociedade alemã e que a segregação imposta a eles era justificada: eles não tinham mais lugar na Alemanha. A violência física contra os judeus começou a se tornar uma prática comum no verão de 1935, e mesmo o grande número de extrações deixava a sociedade indiferente. Enquanto isso, no ministério do interior, advogados nazistas definiam o que significava ser judeu, identificando, assim, quem deveria ser excluído. As leis de Nuremberg de setembro de 1935 retiraram a nacionalidade alemã dos judeus do país. Dali em diante, os serviços secretos, a polícia do país e a polícia do partido político, todos sob ordens de Himmler, tornaram-se a ponta da lança da política antissemita do Terceiro Reich.
Episódio 06 - Os Sobreviventes
No verão de 1942, as deportações eram sistemáticas por todas as partes da Europa ocupadas pelos nazistas. Os comboios que chegavam em Auschwitz-Birkenau vinham da Polônia, mas também das regiões oeste e sul da Europa. Hitler emitiu uma ordem para matar todos os judeus poloneses antes de dezembro do mesmo ano. O ritmo das deportações se acelerou mais uma vez, e as crianças do gueto de Lodz foram deportadas desde o começo de setembro. Os campos de concentração tinham de ser reorganizados para lidar com o número maior de pessoas. Os Estados Unidos se recusavam a publicar uma denúncia oficial sobre o extermínio dos judeus europeus, embora estivessem bem informados por conta de relatórios clandestinos e telegramas. Notícias da vitória soviética em Stalingrado chegaram ao gueto de Varsóvia, onde 50.000 ainda sobreviviam, os jovens homens e mulheres que os nazistas consideravam "produtivos". O curso da guerra estava começando a ficar a favor dos Aliados, e os exércitos do Terceiro Reich estavam sendo empurrados para trás. A Hungria considerava trocar de lado. Em março de 1944, a Wehrmacht ocupou o país, e a deportação de 437.000 judeus húngaros para Auschwitz começou semanas depois. Quando o Exército Vermelho entrou em Auschwitz, Treblinka e Majdanek, os campos pararam de operar e foram praticamente esvaziados; apenas aqueles muito fracos para serem "evacuados" permaneceram. Os deportados de Auschwitz eram levados para Bergen-Belsen, Mauthasen e Buchenwald. Hitler cometeu suicídio e em seguida Goebbels fez o mesmo, quando o Exército Vermelho entrou em Berlim. Em 8 de maio, a Alemanha se rendeu incondicionalmente, e o Terceiro Reich estava em seu final. Himmler foi capturado no final de maio pelos britânicos e também cometeu suicídio. Com o fim a Segunda Guerra Mundial, os Aliados começaram a organizar o retorno dos prisioneiros de guerra e dos deportados. Menos de 1.000 pessoas sobreviveram aos campos de concentração de Chelmno, Treblinka, Belzec e Sobibor, dos 1.85 milhões deportados.
Resto do Post

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails